Última hora

Home

Notícias

Um investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto...

O presidente da Associação de Município do Baixo Sabor (...

A diretora regional de Agricultura e Pescas do Norte...

Portugal e Espanha acordaram reduzir esta semana as...

O município de Alijó anunciou hoje um investimento de 1,...

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Terras de Trás-os-...

O município de Bragança disponibiliza aos turistas nova...

Dois estabelecimentos de diversão noturna encerrados, em...

A Feira Gastronómica do Porco vai realizar-se entre 12 e...

Um projeto de 1,2 milhões de euros em curso no Pinhão...

Tal como o Diário de Trás-os-Montes noticiou, no início...

A Câmara de Bragança pediu hoje mais vigilância e...

A Linha do Douro registou este fim-de-semana, uma vez...

O Desportivo de Chaves, da I Liga portuguesa de futebol...

O teatro de Vila Real anunciou hoje uma programação com...

Cerca de 350 crianças levaram hoje os seus bonecos à...

A competição de todo-o-terreno automóvel "King of...

Publicidade

Publicidade

Reportagens

Para Paulo Bragança homenagear Adriano Correia de Oliveira “é imperativo”. “O facto de ter morrido tão cedo terá contribuído também [para o esquecimento], mas não se justifica”.

Um dos mais destacados artistas de Bragança, Miguel Moreira e Silva, encontrou nos restos florestais um novo material para fazer arte e dar forma às tradicionais máscaras transmontanas, que lhe servem de inspiração e que tem reinventado.

Adelino Martins, de 70 anos, constrói, pela segunda vez, réplica de carro de madeira, do século XIX, em tamanho real e completamente funcional.

Entrevistas

Isabel Ferreira, secretária de Estado do Desenvolvimento Regional

A secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira, garantiu, em entrevista à Lusa, que o Interior do país vai ter mais atenção e medidas do que alguma vez teve, apesar de ter desaparecido da estrutura do Governo.

Sobrinho Teixeira em entrevista ao Diário de Trás-os-Montes, no passado domingo dia 12 de dezembro, em direto do Castelo de Bragança, fez um balanço do seu mandato e comentou o convite que lhe foi dirigido pelo PS.

A principal consequência da classificação do Douro Património Mundial da UNESCO foi a “preservação do bem”, afirmou o coordenador da candidatura que se mostrou preocupado com a “desertificação progressiva”.

A pintora Graça Morais transformou “o medo, a angústia e a solidão”, do último ano e meio, em arte que vai mostrar na primeira exposição de inéditos depois da pandemia, no Centro de Arte Contemporânea de Bragança.

Em entrevista dada ao Diário de Trás-os-Montes (DTM), o representante do Movimento Cultural Terras de Miranda, Eng. Aníbal Fernandes, realçou o estado de abandono e de desleixo do poder centro, a EDP em particular, em que deixaram as Terras de Miranda".

"Estou certa de que a ciência aporta valor à cultura, e a cultura aporta valor à ciência. É fundamental esta interligação entre instituições académicas e outras", vincou Aida Carvalho.